quinta-feira, 22 de julho de 2021

RENATINHO É O NOVO REFORÇO DO SANTANA PARA AS DISPUTAS DO CAMPEONATO AMAPAENSE 2021.

 

O talentoso meia Renatinho chega para ser mais uma opção ofensiva para o técnico Isaac Pinheiro.

O novo reforço do Canário  tem 29 anos e seu último clube foi o Gavião Kyikatejê onde disputou o campeonato paraense da primeira dsivisão de 2021.

 Renatinho é natural de Natal-RN e se destacou  atuando no futebol potiguar onde vestiu a camisa do Alecrim Futebol Clube  e também do Força e Luz.

O jogador também teve passagens no futebol Paraíbano e Capixaba.

" Vou trabalhar forte com o objetivo de poder  ajudar a  equipe, tanto dentro quanto fora de campo,  Me considero um jogador moderno, tenho um bom potencial na marcação e na criação de jogadas" afirmou o jogador Renatinho.

Renatinho tem se destacado nos treinamentos e agradou muito o treinador Isaac Pinheiro, que já poderá contar com ele na partida de estréia hoje a noite as 20:00 horas contra o Amapá no estádio Zerão em Macapá.

domingo, 11 de julho de 2021

Conheça a história do ex atacante Izaias maior artilheiro da história do Auto Esporte.

                               IZAIAS 

O nosso homenageado de hoje é o ex atacante Izaias.

 O "Profeta" o "Galeguim dos zóis azul" assim  era chamado o atacante Izaias que  foi três vezes campeão pelo Auto Esporte e até hoje  é o maior artilheiro da história do clube.

Izaias era aquele centroavante rápido, raçudo, oportunista e também um especialista em marcar gols de cabeça.  Essas eram as características do maior goleador do Auto Esporte Clube.


O Pernambucano Izaias Ferreira da Silva é natural do bairro Ibura em Recife onde nasceu no dia 16 de Junho de 1960.

Izaias quando começou a jogar futebol era zagueiro e iniciou no futebol em equipes amadoras como Bangu e Nacional  lá do bairro do Ibura onde morava. Em seguida passou a disputar   também campeonatos amadores  no interior pernambucano nas equipes do Cruzeiro de  Paudalho, JET ( Juventude Esportiva Timbaúbense) e seleção de Itambé.

Izaias chegou a fazer testes duas vezes no Santa Cruz de Recife. A primeira vez foi em 1979 jogava de zagueiro central  estava com 19 anos, acabou não ficando. " Lembro muito bem na época o Santa Cruz tinha Ricardo Rocha, Zé do Carmo. Eu me sai muito bem nos teste mais eles queriam me levar para outros clubes como América e Ferroviário lá  de Recife, resolvi não ficar " afirmou Izaias.

Em 1982 Isaías voltou a fazer outro teste no Santa Cruz  dessa vez já atuava como centroavante. O treinador era Lorí Sandí que já contava com três centroavantes.

 Izaias  ficou um pouco decepcionado  e voltou a  jogar em equipes amadoras pelo interior pernambucano.


          PRIMEIRO TIME PROFISSIONAL 

Em 1986 Izaias teve a oportunidade de iniciar sua trajetória profissional no Santa Cruz de Sta Rita na Paraíba. A primeira chance no futebol profissional foi dada pelo treinador Cicero Ferreira da Silva, o Ferreira ( ex jogador que jogou no Santos ao lado de Pelé no inicio dos anos setenta). 

Izaias ficou seis meses no tricolor canavieiro e quando liderava a artilharia do campeonato paraibano  foi transferido para o ABC de Natal.


          A CHEGADA AO ABC DE NATAL



Izaias chegou no ABC como a missão de resolver o problema de gols do time alvinegro.

Quando Izaias chegou o campeonato já estava no segundo turno. A equipe tinha como treinador Armando Viana. 

A  estréia de Izaias  aconteceu justamente no dia 04 de Abril de 1986 no clássico contra o América. Izaias entrou faltando quinze minutos para acabar o jogo e ainda deu o passe para Adalberto fazer o gol da vitória do ABC pelo placar de 1x0. 

O primeiro gol do atacante com a camisa alvinegra aconteceu também no clássico contra o América no dia 04 de maio. Izaias aproveitou  um cruzamento e subiu mais alto que os zagueiros e marcou de cabeça.

Izaias ainda marcou mais dois gols com a camisa do ABC, um contra o Alecrim e outro  contra o Potiguar lá em Mossoró.

O atacante contribuiu para que o  time chegasse as finais do campeonato perdendo as finais para o Alecrim. 

Na ocasião o time do ABC era presidido pelo presidente Rui Barbosa e o time vivia uma crise financeira muito grande e isso  fez com que Izaias  deixasse o time alvinegro.


     O RETORNO AO FUTEBOL PARAIBANO

No segundo semestre de 1986 Izaias retornava ao futebol paraibano para vestir a camisa do Botafogo. O  time da Maravilha do Contorno tinha no comando o treinador Mauro Fernandes.

Pelo Botafogo Izaias  disputou o Campeonato  Brasileiro série A. Na oportunidade o time paraibano enfrentou grandes equipes do futebol Brasileiro como Flamengo-RJ  e Corinthians-SP.  Izaias também jogou pelo Botafogo o Torneio Otávio Pinto Guimarães, competição essa que reunia clubes da Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. Inclusive Izaias marcou um dos gols da vitoria do Botafogo por 3X1 sobre o Ferroviário-CE no Almedão.


O "PROFETA" PRIMEIRO TITULO COM A CAMISA DO AUTO 

Em 1987 Izaias foi solicitado pelo treinador Vitor Hugo para ser o homem gol do Auto Esporte Clube. Izaias  começava uma  história brilhante no clube alvirrubro paraibano. 

No Auto Esporte Izaías passou a ser chamado de " O Profeta" apelido esse dado na época pelo radialista Lulinha Rodrigues devido o Profeta da bíblia Isaías.

Com a camisa do Auto Esporte o "Profeta"  foi campeão estadual  e ajudou o clube a  quebrar um tabu que já durava 29 anos sem conquistas do campeonato paraibano. Naquela oportunidade Izaías também foi o artilheiro do clube e vice do campeonato marcando 14 gols no campeonato, ficando atrás de Vamberto do Nacional de Patos que marcou 20.

Nesse mesmo ano de 1987 Izaias disputou também o campeonato brasileiro da série C com a camisa do Auto Esporte. O treinador da equipe Automobilista era Eduardo Pimentel.



 A PASSAGEM PELO FUTEBL DE PORTUGAL

No início do ano de 1988 Izaias foi transferido para o futebol de Portugal, disputou pelo  Filgueiras a segunda divisão do futebol português.


           O  "GALEGUIM DOS ZOIS AZUL" NO GALO DA BORBOREMA 

No mesmo ano de 1988 Izaias estava de volta ao futebol paraibano, foi contratado  pelo Treze.

Foi no Galo da Borborema que Izaias ganhou carinhosamente  dos desportistas  de Campina Grande o apelido de "Galeguim dos zóis azul" uma alusão à música do cantor Genival Lacerda.

Com a camisa do Treze Izaias marcou muitos gols e até hoje também é considerado ídolo do time do galo.

" O Galeguim dos zois azul estava numa fase muito boa no Treze marcando muitos gols. Na época houve interesse de vários clubes na contratação do jogador, inclusive até o rival Campinense queria contratar o centroavante.

Foi aí que o Empresário Janus Tratay negociou o atacante com o Santo André-SP para as disputas do Campeonato Paulista da primeira divisão de 1989. 


A PASSAGEM PELO FUTEBOL PAULISTA EM 1989

Com a camisa do Santo André,  Izaias jogou uma vez de titular contra o XV de Piracicaba e entrou no decorrer de quatro partidas.

Izaias também foi titular num jogo válido pelo campeonato paulista de Aspirantes onde o Santo André venceu o Corinthians por 4x2 inclusive Izaias marcou dois gols nessa partida.

Na época o treinador do Santo André era José Carlos Serrão.

" Lá no Santo André passei pouco tempo, cerca de dois meses, me decepcionei com algumas pessoas lá e também minha família não estava gostando de morar lá, então eu acabei sendo negociado com o Nacional de Manaus.



VICE CAMPEÃO PELO NACIONAL DE MANAUS 

No mesmo ano de 1989 Izaias fez uma boa  temporada com a camisa do Nacional de Manaus, chegando a decidir o campeonato contra o Rio Negro naquele jogo final de muita confusão onde o Rio Negro acabou sendo campeão. Na ocasião a equipe do Nacional tinha no elenco outro  jogador bastante conhecido do futebol paraibano o meio campista Silvinho.

O time  Nacionalino era comandado pelo treinador Aderbal Lana.

Izaias ainda disputou pelo Nacional de Manaus o campeonato brasileiro da série B de 1989.

Inclusive na sua estréia dia 13/09 marcou dois gols na vitória do Nacional sobre o Mixto-MT por quatro a zero em Cuiabá.


O SEGUNDO TÍTULO PARAÍBANO PELO AUTO

Em 1990 "O Profeta"  Izaias estava de volta ao Auto Esporte Clube PB e mais uma vez teve a felicidade de conquistar novamente o Campeonato Paraíbano.

Durante o campeonato a equipe do Auto trocou de treinador três vezes, primeiro foi Dagoberto Borges, depois Natal Boroni e por último Mineiro. 

Izaias também foi campeão e artilheiro da copa integração em 1990 com a camisa do Auto.


IZAIAS NO ESTUDANTES DE TIMBAÚBA-PE

 No mesmo ano de 1990 Izaias foi contratado pelo Estudantes de Timbaúba-PE para as disputas do campeonato brasileiro da terceira divisão. A equipe do Estudantes  tinha como treinador Luciano Sabino Pinho. 


Na temporada de 1991 Izaias retornava ao  Auto Esporte e novamente teve bons momentos com a camisa alvirrubra.

Disputou o campeonato paraibano, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro da segunda divisão.


CONTRATADO PELO ASA DE ARAPIRACA EM 1991

Ainda no  ano de 1991 Izaias teve uma passagem pelo ASA-AL . Solicitado pelo treinador Mauro Fernandes, Izaias disputou o campeonato Alagoano pelo time de Arapiraca.

O atacante Izaias fez alguns gols importantes  com a camisa do ASA:

28/08/1991 ASA 2 X 2 CSA Izaias fez os dois gols do Asa.

17/11/1991 ASA 2 X 0 CRB Izaias fez um dos gols.


CAMPEÃO  PARAIBANO COM A CAMISA DO AUTO PELA TERCEIRA VEZ

Em 1992 Izaias foi campeão pela terceira vez vestindo a camisa do Auto Esporte.

Foi também o vice  artilheiro do campeonato marcando 32 gols, ficando atrás de Aguinaldo do Botafogo que marcou 35 gols.

"Este ano só não fui o goleador máximo do campeonato porque fiquei de fora de vários jogos por motivo de renovação de contrato e contusão" afirmou Izaias.

Ainda na temporada de 1992 Izaias jogou pelo Auto o Campeonato  Brasileiro da série C e foi o artilheiro do clube marcando seis gols 

Hoje Izaias é considerado eterno ídolo da torcida do Auto e seu nome está escrito na gloriosa história do clube.

Izaias reconheçe que os melhores momentos de sua carreira aconteceram com a camisa do Auto Esporte.


        IZAIAS NO FERROVIÁRIO DO CEARÁ 

O ano era 1993 ano em que o presidente do Ferroviário era Clóvis Dias e a equipe tinha como treinador Lula Pereira.

Era início do campeonato cearense e o oportunista atacante Izaias desembarcava na Barra do Ceará  na esperança de fazer a alegria da torcida Coral.

Sua estreia pelo  Ferrão foi justamente no dia 06/02/93 No empate em 2x2 contra o Tiradentes no Presidente Vargas.

O primeiro gol com a camisa coral só aconteceu no terceiro jogo onde  Izaias fez os dois gols da  vitoria sobre o América por 2x1 no estádio Elzir Cabral.

Izaias foi o responsável por marcar de cabeça o gol  memorável da vitoria do Ferroviário sobre o Fortaleza  no dia 14/03/1993 no Castelão.

Segundo o livro ALMANAQUE DO FERRÃO Izaias disputou nove partidas com a camisa do Ferroviário e marcou quatro gols.


CAMPEÃO ALAGOANO DA SEGUNDA DIVISÃO EM 1993

Em 1993 Izaias disputou o campeonato alagoano da segunda divisão pelo Linense. Izaias ajudou o clube a conquistar o título e consequentemente o acesso a elite do futebol alagoano. A equipe do Linense tinha no comando o  treinador Eduardo Neto.


A SEGUNDA PASSAGEM PELO FUTEBOL PERNAMBUCANO 

Na temporada de 1994 Isaías foi indicado pelo treinador Caiçara para disputar o campeonato Pernambucano pela Desportiva Vitória de Santo Antão. A equipe iniciou o campeonato  com o  treinador Caiçara e depois assumiu Ozires Paiva. Isaías tem boas lembranças de um gol que marcou contra o Sport. " Agente tava perdendo o jogo por 2x1 e no finalzinho eu marquei o gol de empate de cabeça. O Sport tinha o goleiro Jefferson , a zaga era Lima e Gilton, no meio campo tinha Dário e o treinador era Nereu Pinheiro" lembrou Isaías.


DUAS VEZES CAMPEÃO PARAIBANO PELO SANTA CRUZ

Nas temporadas de 1994/1995 Izaias vestiu a camisa do Santa Cruz de Santa Rita-PB.

Pelo Tricolor Canavieiro Izaias foi campeão paraibano da segunda divisão em 1994 e campeão  paraibano da primeira divisão em 1995.  

O artilheiro Izaias jogou também pelo Santa Cruz o brasileiro da série C em 1994 com o treinador Zé Lima,  e  também o brasileiro serie C 1995 com os treinadores Neto Maradona depois Miltinho Simões.


 ÚLTIMO CLUBE PROFISSIONAL EM 1996 

Foi exatamente no ano de 1996 aos 36 anos  que Izaias decidiu encerrar a carreira no Ouro Velho- PB onde disputou o campeonato paraibano da segunda divisão. O treinador do Ouro Velho era Jairo Santos.

Essa é uma pequena homenagem a um dos maiores atacantes do nosso futebol paraibano.

Eu particularmente era um admirador do seu futebol, acompanhei muita coisa sobre a  sua carreira profissional.

Parabéns amigo IZAIAS pela carreira brilhante e que Deus continue lhe abençoando com muita saúde e felicidades.


O TEMPO E A BOLA 

( Evandro Viana)

sábado, 10 de abril de 2021

Meia atacante Renatinho ex Alecrim-RN e Auto Esporte-PB disputa o campeonato paraense pelo Gavião kyikatejê

 

Renato Augusto Paiva do Nascimento, tem 29 anos e é natural de Natal-RN. 

Renatinho como é conhecido no futebol pode fazer sua estréia amanhã na Arena Verde na partida diante do Paragominas. 

Renatinho estava entregue ao departamento médico e esta semana foi liberado, participou dos treinamentos e está preparado e a disposição do treinador Zeca Gavião.

Renatinho é muito conhecido no futebol potiguar onde  atuou pelo  Alecrim em duas temporadas em 2016 / 2017, e  também vestiu a camisa do Força e Luz nas disputas do campeonato potiguar da segunda divisão em 2016.

Aqui no futebol da Paraíba  Renatinho disputou o campeonato paraibano pelo Auto Esporte em 2018.  Naquela ocasião Renatinho foi um dos destaques do time Automobilista.

O jogador ainda teve passagens pelo futebol Capixaba onde disputou a Copa Espirito Santo vestindo a camisa do Sport em 2017.



sábado, 6 de março de 2021

Cadê você craque do passado?

Hoje vamos relembrar a história do atacante Walber.

Walber Santos de Sousa, é natural do bairro de Cruz das Armas em João Pessoa-PB, onde nasceu no dia 27/06/1966. Walber era aquele jogador ambidestro que atuava com muita facilidade tanto pela esquerda como pela direita. Atacante driblador, tinha um excelente condicionamento físico, era muito rápido e oportunista. Jogador de muita movimentação  que durante as partidas,  tentava sempre confundir a marcação adversária.

Walber iniciou a carreira num peneirão do Auto Esporte realizado pelo treinador Dagoberto Borges no final de 1989 e logo foi aprovado e passou a ter as primeiras oportunidades com o próprio treinador Dagoberto Borges.

Walber com seu futebol aguerrido e suas arrancadas fulminantes, logo passou a ser titular absoluto da equipe alvirrubra. No ano de 1990 conquistou o primeiro título com a camisa do Auto Esporte, sendo campeão paraibano.

Em 1991 disputou pelo Auto o campeonato Brasileiro da segunda divisão e a Copa do Brasil.  Walber foi um dos destaque naqueles dois jogos que o Auto realizou  contra o Grêmio-RS em 1991 pela copa do Brasil.



Walber campeão paraibano pela segunda vez com a camisa do Auto em 1992

Em 1992 Walber voltou novamente  a ser campeão paraibano pelo Auto Esporte, conquistando assim o segundo título pelo time Automobilista.

Após essas boas atuações com a camisa do  Auto Esporte, Walber foi contratado pelo Santa Cruz-PE em 1992. No tricolor do Arruda teve como treinador Sérgio Cosme. Quando Walber chegou no Santa Cruz, passou a ser chamado pela imprensa  Esportiva de Pernambuco, de Walber Paraiba, para não confundir com o outro  Valber que juntamente com Rivaldo tava de saida para o Mogi Mirim. Com a camisa do Tricolor do Arruda, Walber disputou o Campeonato Pernambucano e o Brasileiro da segunda divisão em 1992.

No time da cobra coral, o atacante Walber  jogou com bons jogadores como: Ferreira  (goleiro), Marinaldo, Joquinha, Ragner, Paulo Silva, Carlão, Quinho, Malhado, Bianor, Serginho, Marcelinho, Henágio, Luis Simplício, Peçanha, Marcelo Rocha, entre outros.


Na temporada de 1993 Walber atuou no Capela-AL, e no time alagoano teve como treinador Eduardo Neto. Walber teve  companheiros de equipe outros jogadores paraibanos como Betinho  (goleiro), Adriano, Farias e Ewerton.

     Walber no Capela de Alagoas em 1993

No mesmo ano de 1994 o atacante Walber  foi atuar na equipe da Paraguaçuense-SP. Pela equipe do interior paulista Walber disputou o campeonato Paulista da série A-2. A equipe tinha no elenco jogadores conhecidos como: Narcisio ( zagueiro ex Santos), Marcelinho Paraíba, Marcelo Santos, Gilmário e Valério.



Walber na Paraguaçuense-SP

Ainda no ano de 1994 o atacante retornou ao futebol Paraibano, desta vez para atuar no Botafogo da capital paraibana. Pelo time da Maravilha do contorno, Walber atuou com nomes conhecidos do nosso futebol como: Pedrinho  (goleiro), Washington Luis, Ramiro, Edson, Canizio, Rinaldo Fernandes, Cláudio José, Betinho. Lembrando que Walber teve duas passagem pelo Botafogo em 1994 e 1997.



     Walber no Botafogo da Paraíba em 1997

Nas temporadas de 1997 e 1998, Walber defendeu as cores do Santa Cruz de Sta Rita-PB. O tricolor Canavieiro tinha no elenco  jogadores conhecidos aqui do futebol paraibano como: Ednaldo e Pereira  (goleiros), Manoel Sérgio, Betão, Deoclécio, Nén, Naldo, entre outros.

Walber  (segundo agachado) no Santa Cruz de Sta Rita -PB em 1998


No ano 2000 Walber foi transferido para o Baraúnas-RN. No time de Mossoró teve como treinador Natal Boroni, e o elenco tinha  bons jogadores como: Edvaldo (goleiro), Erijânio (ex América), Joécio (ex Sport-PE),  Paulo César e Cícero Ramalho.

Walber  (último agachado) no Baraúnas de Mossoró -RN em 1999

O atacante Walber ainda mostrou seu bom futebol em outras equipes do futebol Brasileiro como:

CSA-AL -1994

Uberlândia-MG -1996

Goiatuba -GO

Náutico-PE -1997

XV de Jaú-SP

Araçatuba -SP

Catanduvense -SP

Ypiranga de Erechim-RS

O jogador Walber encerrou a carreira aos 39 anos  no Santos de Cruz do Espírito Santo-PB em 2005.

Após encerrar a carreira como jogador, Walber trabalhou durante muito tempo em uma fábrica de materiais esportivos. Consequentemente montou seu próprio negócio e passou a comercializar artigos esportivos como bola, chuteiras...etc.

Atualmente o ex jogador Walber  reside em João Pessoa -PB.

                     O TEMPO E A BOLA 
                         ( Evandro Viana )

sexta-feira, 5 de março de 2021

Cadê você craque do passado?

 Você lembra do atacante Dindô?

Francisco Ozeni Souto, mais conhecido no futebol pelo nome de Dindô é natural do bairro João XXIII em Fortaleza-CE onde nasceu no dia 03/08/1970. Dindô iniciou a carreira nas categorias de base do Fortaleza em 1989.  Com a camisa do Tricolor do Picí o atacante chegou a participar de alguns amistosos e também ficou algumas partidas no banco de reservas do time principal. Dindô ficou dois anos nas categorias de base do Fortaleza e no ano de 1991 foi transferido para o Ferroviário.

Dindô no inicio da carreira com a camisa do Tricolor do Picí.

No Ferroviário o jogador teve seu primeiro contrato profissional aos vinte e um anos de idade. Pela equipe do  Ferrão o atacante Dindô disputou o campeonato cearense de 1991 e o brasileiro da série C de 1992 com o treinador Djalma Linhares.

Dindô em 1991 com a camisa do Ferrão

Na temporada de 1992 o jogador disputou o campeonato cearense com a camisa do Calouros do Ar. A equipe era comandada pelo treinador Paulo Maurício.

Dindô  ( primeiro agachado) no Calouros do Ar em 1992

Nas temporadas de  1994 e 1996 o atacante Dindô disputou o campeonato cearense pelo Tiradentes.

No segundo semestre de 1994 o atacante foi campeão  maranhense pelo Maranhão Atlético Clube, inclusive sendo o artilheiro do campeonato ao lado de Lamartine (Caxiense) e Bill (Imperatriz) todos com sete gols. A equipe do MAC tinha no comando o treinador Zé Carlos Baiano e em seguida assumiu o comando Luciano Sabino Pinho.

Dindô campeão e artilheiro com a camisa do MAC em 1994

                      Foto revista placar 
Revista Placar Edição 1099 Dezembro de 1994. Destaca as boas atuações e a importâncias dos gols do atacante que acabou se tornando o herói do time.

Em 1995 Dindô foi contratado pelo Avai -SC, com a camisa do time de Florianópolis o jogador disputou o campeonato Catarinense e também o Torneio Mercosul ( Esse Torneio foi realizado na pré-temporada brasileira de 1995 pela Federação Catarinense de Futebol e contou com as equipes:  Figueirense (SC) Avaí ( SC) Marcílio Dias ( SC) Joinvile(SC) Criciúma (SC) Coritiba (PR) Nacional e Cerro do Uruguai  e o Olímpia do Paraguai. Na oportunidade a equipe do Avaí tinha no comando o treinador Lauro Búrigo.

No mesmo ano de 1995 o atacante Dindô foi transferido para o Moto Clube do Maranhão. No time do Papão disputou o campeonato brasileiro da série B. A equipe do Moto Clube era comandada pelo treinador Dé Aranha.


Dindô  (último agachado) com a camisa do Papão no brasileiro série B 1995


Em 1997 o atacante Dindô disputou o campeonato cearense pelo time do Russas com o treinador Pedro Basílio.

Nas temporadas de 1999 a 2001 Dindô  esteve no  Itapajé inclusive conquistou o título de campeão cearense da segunda divisão em 2000 e consequentemente o acesso a elite do futebol cearense. A equipe do Galo da Serra tinha como treinador Paulo Maurício.


Em 2002 o atacante Dindô  vestiu a camisa do Boa Viagem no campeonato cearense, e na temporada de 2003 disputou o campeonato cearense pelo Itapipoca com o treinador Danilo Augusto.

No início de  2004 Dindô disputou o campeonato cearense com a camisa do Maranguape com o treinador Solimar Rossini

No mesmo ano de 2004 Dindô foi contratado pelo Parnahyba-PI e com  a camisa do time Azulino foi campeão piauiense daquela temporada. A equipe iniciou o campeonato com o treinador Nelson Mourão em seguida assumiu o comando Flávio Araújo.

           Dindô  (terceiro agachado) campeão                  piauiense 2004 pelo Parnahyba.

Lá mesmo no time do Parnahyba  Dindô encerrou a carreira aos 34 anos.

 Atualmente o ex jogador  Francisco Ozeni Souto (Dindô) é Presidente da Igreja Evangélica Tempo de Cantar  desde 2008 no bairro João XXIII em Fortaleza-CE.   

     Foto atual do ex jogador e agora Pastor           Evangélico Francisco Ozeni Souto com sua esposa a Missionária Jardelina Souto e seus Filhos Samuel Souto e Moisés Souto.
  

                  O TEMPO E A BOLA

                      ( Evandro Viana)






sábado, 20 de fevereiro de 2021

Hoje vamos relembrar a história do ex atacante e atualmente treinador Ewerton Câmara

 

Ewerton Câmara Buriti é natural de Guarabira na Paraíba onde nasceu no dia 13/05/1972.

Ewerton começou a jogar futebol logo cedo, ainda garoto já era destaque do time amador do Esporte Clube Juá, time do bairro onde morava.                                                               No ano de 1988  quando estava com 16 anos recebeu o convite do treinador Lindinaldo Mota para fazer parte do  elenco do Guarabira Esporte Clube. Ficou alguns jogos no banco de reservas e num amistoso contra o ASA lá em Arapiraca teve a primeira experiência no futebol profissional entrando no decorrer da partida.

Ewerton no inicio da carreira no Santa Cruz de Recife -PE

No segundo semestre de 1988 foi levado pelo próprio treinador Lindinaldo Mota para os juniores do Sta Cruz de Recife. No Tricolor do Arruda fez parte de uma geração de craques como o próprio Rivaldo (melhor do mundo em 1999) que na época também estava iniciando a carreira no Juvenil do Santa Cruz. Ewerton teve como  treinador na base do Sta Cruz o Prof. Betinho, em seguida Luciano Veloso,  e depois Ramon.                                 No ano de 1989 quando estava no Santa Cruz Ewerton foi convocado para a Seleção Pernambucana de juvenil para as disputas do Campeonato Brasileiro da categoria.  A seleção tinha como treinador Gerardo e acabou ficando em quarto lugar. Ewerton foi o artilheiro da competição com 9 gols.

Ewerton  ficou nas categorias de base do Santa Cruz até 1990.

     Ewerton no Botafogo da Paraíba em 1991

No ano de 1991 retornou a Paraíba e assinou seu primeiro contrato profissional aos 19 anos no Botafogo de João Pessoa.  Pelo time do ricolor da Maravilha do Contorno Ewerton  disputou o Campeonato Paraibano com o treinador Mineiro.
Ewerton ( quinto agachado da esquerda pra direita) Campeão Paraibano 1992 pelo Auto Esporte Clube.

Na temporada de 1992 Ewerton foi contratado pelo Auto Esporte Clube  e com a camisa do Auto conquistou  o histórico título de campeão paraibano lá em Campina Grande, vencendo o Treze na prorrogação.               No mesmo ano de 1992 Ewerton  disputou também  pelo Auto Esporte o Campeonato Brasileiro da série (C), fazendo uma boa campanha na competição e marcando gols importantes com a camisa alvirubra como o gol no empate de 1x1contra o Ferroviário lá em Fortaleza, fez o gol da vitória contra o CRB no Almeidão, fez um na vitoria por 3x1 contra a Desportiva de Santo Antão, e voltou a marcar um também na vitoria por 3x1 diante do Nacional lá em Manaus.   Até hoje o torcedor automobilista  sente saudades do bom futebol apresentado pelo atacante Ewerton com a camisa  alvirrubra. No time do Auto Esporte, Ewerton teve como treinadores Eduardo Neto, Ozires Paiva e Carlão MoraisEwerton  ( último agachado) no Guarabira Esporte Clube  em 1993                                      

Em 1993 Ewerton  voltou a sua cidade de origem Guarabira para disputar o Campeonato Paraibano pelo time Guarabirense. Na oportunidade o Guarabira formou uma equipe com bons jogadores como Abdon ( goleiro), Nonato, Val, Paulo Maia, Daniel, Ita, Léo, Beto Platini, Djalminha, Naldinho,  Nilson Cacerengue, Alex Baiano e Marcelo Itabaiana.                       A equipe tinha no comando o treinador Hélio Lopes.

No mesmo ano de 1993 Ewerton disputou também o Campeonato Alagoano pelo time do Capela. A equipe tinha no comando o treinador Eduardo Neto e contava no elenco outros jogadores oriundos do futebol paraibano como o lateral Adriano, o volante Farias e o atacante Walber.

No primeiro semestre de 1994 Ewerton vestiu a camisa do Nacional de Patos onde disputou o campeonato paraibano. 

No segundo semestre disputou a Copa do Nordeste pelo Botafogo de João Pessoa, inclusive marcando o gol da vitória por 1x0 contra o Náutico, gol esse que classificou o time do Botafogo para segunda fase da competição.                                              Ewerton ainda teve mais duas passagens pelo Botafogo em 2000 e 2002 somando assim um total de quatro temporadas com a camisa do Tricolor da Maravilha do contorno.

No ano de 1995 Ewerton voltou a vestir a camisa do Santa Cruz de Recife. Em sua segunda passagem pelo Tricolor do Arruda conquistou o título de Campeão Pernambucano 1995, inclusive marcando o gol da vitoria sobre o  Náutico. Vale lembrar que essa foi a primeira vitoria do Santa Cruz em clássicos no ano de 1995 e também a arrancada rumo ao título.                                 A equipe do Santa tinha no comando o competente treinador Fito Neves,  e o elenco contava com bons jogadores como Marco Aurélio  (goleiro), Paulo Ricardo, Edinho, Missinho, Amarildo, Júnior Cordel, Quinho, Zé do Carmo, Luis Carlos, André Jacaré, Serginho, Célio, entre outros.                      Após a conquista do pernambucano Ewerton continuou no Santa Cruz e disputou também o Campeonato Brasileiro da Segunda divisão de 1995.

No ano de 1999 Ewerton  foi contratado pelo ABC de Natal para as disputas do Campeonato Potiguar,  Copa do Brasil e a Copa do Nordeste.                                             Fez sua estréia no  time do ABC no dia  03/03/1999  no jogo contra o Grêmio pela Copa do Brasil no Machadão em Natal.           A equipe Abcedista tinha no comando o treinador Ferdinando Teixeira e a equipe era muito forte com bons jogadores como Shumacher ( goleiro), Mário César, Marcão, Raú, Quinho, Ivanildo, Jamur, Tecí, Evandro, Joãozinho, Sérgio Alves,  Robgol, entre outros.                                                       Vestindo a camisa do alvinegro de Ponta Negra Ewerton acabou conquisando o título de Campeão Potiguar justamente no dia do aniversário da cidade de Natal que na ocasião  completava 400 anos.                     Nas temporadas de 2000- 2001 Ewerton voltou a vestir a camisa do  Guarabira Esporte Clube pela quarta vez. Disputou pelo Azulão do Brejo o Campeonato Paraibano, inclusive foi o vice artilheiro do campeonato marcando 12 gols em 2001                              

No ano 2000 Ewerton foi campeão Maranhense vestindo a camisa do Moto Clube. A equipe do "Papão" tinha como treinador José Carlos Brasília.

Ewerton  (primeiro agachado) no Moto Clube campeão maranhense em 2000 
Ewerton disputando um "Superclássico" o famoso Sam-Moto jogo disputadíssimo entre Sampaio Corrêa e Moto Clube em 2000.

No ano de 2001 foi contratado pelo Treze de Campina Grande. Com a camisa do Galo da Borborema disputou o Campeonato Brasileiro da série C.

O atacante Ewerton também mostrou o seu bom futebol  atuando em outras equipes do futebol brasileiro como:
☆ Novo Lino- AL 1993
☆ Nacional de Patos -PB 1994
☆ Moreirense-Portugal 1996
☆ Olhanense-Portugal 1996
☆ Rio Branco-Americana-SP 1997
☆ Vila Branca de Solânea 1997 
☆ Potiguar de Mossoró- RN 1999
☆Catuense-BA 2002
☆ Corintians-Caicó-RN 2001 ( campeão potiguar)
☆ Murici-AL 2002
☆ Guazoom-China 2003
☆ Penedense-AL 2005
☆ CEO-AL 2005
☆ Arcoverde -PE 2005
☆ Bom Jesus-AL 2006
Ewerton encerrou a carreira aos 34 anos na Desportiva Guarabira-PB  em 2006.
                        
Ewerton em seu último clube a Desportiva Guarabira em 2006, ao lado de Carlinhos Paraíba ex Santa Cruz e São Paulo.

Ewerton era aquele atacante rápido de muita velocidade que com seus dribles desconcertantes deixava sempre os zagueiros adversários atordoados.              Em todas as equipes por onde passou jogava sempre  um futebol ofensivo marcando muitos gols.                                                    Após encerrar a carreira como jogador, Ewerton  passou a ser treinador de futebol. 

Depois de obter sucesso no futebol alagoano e sergipano onde conquistou três acesso no período de 2012-2014 Ewerton Câmara passou a ser considerado "Rei do acesso".  Lembrando que os acessos conquistados foram com o Estanciano (Sergipano 2012), Penedense (Alagoano 2013) e Boquinhense (Sergipano 2014). Todos os acessos foram da segunda para primeira divisão.

Segue abaixo uma relação de todos os clubes comandados pelo treinador Ewerton Câmara.

Imperatriz  -MA (2010)

Assu-RN ( auxiliar de Hugo Sales (2010)

Estanciano -SE (acesso em 2012)

União-Palmares-AL (2013)

Penedense -AL  ( acesso em 2013)

Santa Cruz de Sta Rita -PB  (2014)

CEO-AL

Boquinhense -SE ( Acesso em 2014)

Sergipe-SE ( auxiliar técnico 2015)

Olímpico -SE (2015)

Penedense -AL ( 2016)

Estanciano -SE (2016)

Miguelense -AL ( 2017)

Itapipoca -CE (2017)

América -SE (2018)

CSA-AL ( Sub 20) 2019

Seu último trabalho foi em 2019 quando comandou a equipe sub 20 do CSA e conseguiu  levar a equipe a segunda fase da Copa do Brasil da categoria sub 20.                    Ewerton Câmara aguarda proposta de algum clube onde possa da sequência a sua carreira brilhante e vitoriosa de treinador de futebol.  

Ewerton Câmara no momento de sua apresentação no CSA de Alagoas em 2019
( imagem TV CSA)
















RENATINHO É O NOVO REFORÇO DO SANTANA PARA AS DISPUTAS DO CAMPEONATO AMAPAENSE 2021.

  O talentoso meia Renatinho chega para ser mais uma opção ofensiva para o técnico Isaac Pinheiro. O novo reforço do Canário  tem 29 anos e ...